Como Fazer Sal de Ervas




Sou adepta dos aromas e sabores das ervas. Tenho minha hortinha, e não abro mão dessas folhinhas deliciosas e fresquinhas. Mas, o sal de ervas tem se tornado um aliado, pois é um ótimo recurso para diminuirmos o uso do sal, sem contar que é delicioso e dá um toque especial a vários pratos.

É claro que nem todo mundo tem um canteirinho em casa, mesmo assim você pode fazer o sal, comprando as ervas já secas. 



Tenho este cabidinho na minha lavanderia e sempre ervas secando naturalmente. Normalmente uso alecrim, orégano e manjericão, algumas vezes o tomilho. Mas você pode usar as ervas da sua preferência.
Eu colho, tiro as folhas feias e secas, lavo e seco com cuidado sobre um pano.
Depois é só amarrar em ramos e pendurar num local arejado e deixar secar naturalmente. Mais ou menos 15 dias para secar, considerando que moro numa região de clima mais seco e quente. Se quiser pode proteger os ramos com papel toalha para evitar poeiras.




É fácil saber quando estão completamente secas, pois ao menor toque elas se quebram. Retiro as folhas e bato no liquidificador para triturar, depois de batido é que misturo no sal marinho. Se uso 50 grs de ervas, vou usar 50 grs de sal.  


Algumas pessoas secam no forno, eu prefiro secar naturalmente. Também já vi algumas sugestões para fazer com ervas frescas, picando bem e misturando no sal, mas realmente não sei a durabilidade.

Este sal pode ser usado substituindo o sal comum, sem aumentar a quantidade. Eu não gosto de comer tudo com o mesmo sabor, por isso uso somente em algumas receitas, mesmo porque já temos o hábito de consumir pouco sal.



Pode também ser uma ótima opção para presentinho. Os vidros você encontra em lojas populares, estes custaram 1 real cada. 
E quem não gostaria de ganhar um mimo assim?





Um pouco das minhas ervas.

Denise Moraes

Apaixonada por aromas e sabores da culinária.

0 comentários: