Receita de Frango com Zimbro


Serve 4 Pessoas

Você conhece Zimbro? Não é tão comum na nossa culinária. Como sou apaixonada por sabores e aromas, fico pesquisando e descobrindo novas possibilidades. Foi assim que tive o prazer de conhecer o Sr. Zimbro, caso não conheça... eis aqui o nosso convidado especial...

Muito parecido com o mirtilo, com um sabor amadeirado, levemente picante. Vai muito bem com carnes, molhos, e em alguns países é usado também em algumas sobremesas. Certamente ele dá um toque exótico, principalmente a carne de porco.
Combina com vários temperos, inclusive o alho. Se você gosta de inovar nos sabores, e ainda não conhece o zimbro, tenho certeza que vai gostar de experimentar. Não é tão simples de achar, mas na internet tem alguma lojas que vendem, ou então em Mercados Municipais. Esse comprei no Mercado Municipal em Curitiba, diga-se de passagem, minha perdição!

Vamos ao nosso Frango com Zimbro


1 kg de sobrecoxas (pode ser qualquer outra parte do frango)
5 dentes de alho
1 colher (de sobremesa) de zimbro (umas 8 ou 9 sementes)
sal a gosto
2 colheres (de sopa) de molho inglês
1 colher (de café) de pimenta calabresa (opcional)
10 mini tomatinhos italiano, ou 3 tomates comuns
3 colheres (de sopa) de óleo
300 ml de água fervente
1 colher (de sobremesa) de manteiga



1. Fazer uma pastinha com o alho, sal e zimbro, usei um pilão
2. Numa panela, de preferência de fundo grosso, aquecer o óleo e juntar o alho com o zimbro e sal;
3 Juntar o frango, cortei as sobrecoxas para pegar melhor todo o sabor do tempero.
4. Deixar fritar bem o frango, e quando começar a pegar na panela juntar 1/2 xícara de água quente e deixar até secar a água.
5. Acrescentar os tomatinhos picados, o molho inglês e mais 1/2 xícara de água fervente
6. Neste processo ficará mais ou menos 35 minutos.
7. Quando reduzir o molho pela metade, finalizar com a manteiga e a pimenta calabresa.


Fica um molho bem espesso e a manteiga ajudar a dar brilho ao prato.


Servir com arroz branco. 

Denise Moraes

Apaixonada por aromas e sabores da culinária.

0 comentários: